The Overlooked Sex Steroids Of Insects?

nos mamíferos, a testosterona é produzida principalmente nos testículos dos machos e dos ovários das fêmeas, e as glândulas supra-renais secretam pequenas quantidades. É o principal hormônio sexual masculino e bem como um esteróide anabólico. Além disso, as mulheres são mais sensíveis ao hormônio.

o Seu homólogo dos insetos é a ecdisona. Estes esteróides ubiquitous sugerem que os hormônios sexuais têm uma história evolutiva antiga. Em geral, os andrógenos promovem a síntese proteica e o progresso dos tecidos com receptores androgênicos. Os efeitos gerados pela testosterona conseguem classificar-se como virilizante e anabólica, se bem que a distinção é um pouco artificial, por causa de diversos dos efeitos são capazes de ser consideradas como ambos.

  • 1 Fórmula especial pra manutenção ou recuperação da massa magra
  • 23 gramas de carboidratos
  • um Magnitude de viagens
  • seis Fontes (em inglês)

A testosterona é anabólica, significando que promove o desenvolvimento da massa óssea e muscular. Efeitos anabólicos adicionam o progresso do músculo e potência, o aumento da densidade óssea e a potência, e a estimulação do desenvolvimento longitudinal e a maturação dos ossos.

Efeitos androgênicos adicionam a maturação dos órgãos sexuais, particularmente o pau e a criação do escroto pro feto, e após o nascimento (geralmente pela puberdade) um aprofundamento da voz, progresso de barba e pêlos axilares. Muitos destes caem na categoria de caracteres sexuais secundários.

Os efeitos da testosterona também podem ser classificados na idade de sua circunstância. Pros efeitos pós-natais em ambos homens e mulheres, estas são maioritariamente dependentes dos níveis e duração da testosterona livre circulante. Os efeitos androgênicos pré-natais ocorrem entre quatro e 6 semanas de gestação. Virilização genital (fusão da linha média, uretra fálica, emagrecimento escrotal, desenvolvimento fálico); a despeito de o papel da testosterona é muito menor do que o de dihidrotestosterona. Desenvolvimento da próstata e das vesículas seminais. Os efeitos androgênicos na infância são os menos entendidos.

nas primeiras semanas de vida do bebé, do sexo masculino, os níveis de testosterona aumentam. Os níveis se mantêm na faixa pubertal por alguns meses, porém, normalmente, atingem os níveis somente detectáveis da infância aos 4-6 meses de vida.

A atividade desse aumento em humanos é desconhecida. Especulou-Se que a “masculinização do cérebro” está acontecendo uma vez que não foram identificadas alterações essenciais em algumas partes do corpo. Os efeitos androgênicos prepuberales são os primeiros efeitos observáveis de um acréscimo nos níveis de andrógenos no final da infância, ocorrendo em ambos os garotos e moças. Cabelo no lábio superior e o cachimbo. Os efeitos androgênicos puberales começam a acontecer quando os níveis androgênicos foram mais elevados do que os de um adulto feminino por meses ou anos.

os homens, esses são geralmente efeitos puberales que ocorrem mais no fim da puberdade, e ocorrem em mulheres após períodos duradouros de níveis elevados de testosterona livre no sangue. Aumento das glândulas sebáceas, que é o canal por onde sai o cabelo ou pêlos.